Comet 650 R esportiva barata e paga pau

A Comet 650 é uma moto esportiva da Kasinski. Vem


motor de 2 cilindros em V, é fabricada pela coreana Hyosung. Apesar de no exterior ser vendida como concorrente à Suzuki GS500, no Brasil é vendida ao preço de motos de maior porte e quatro cilindros, como a Honda Hornet e a Suzuki Bandit. Com desempenho e aceleração impressionantes, a Kasinski Comet GT650R é perfeita para quem busca um modelo esportivo de alto desempenho. O ronco é inconfundível do motor V2 roletado DOHC, com quatro válvulas por cilindro, que sobe vertiginosamente de giros. A marca disponibiliza quatro cores. Todas as motos da linha Comet vêm com LEDs na sua lanterna, que, além de um ar futurista, é perfeita para andar em neblina, com maior segurança para o piloto.
E ai vai alguns videos sobre a moto com varios comentarios de quem ja experimentou ou teve esta moto.
Obs: este link é para continuação do post, por causa de mais comentários negativo destaquei mais um pontos sobre isso http://escrevenaole.blogspot.com.br/2013/06/comet-650-r-esportiva-barata-e-paga-pau.html







These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati

15 Responses to this post

  1. Anônimo on 6 de abril de 2013 00:00

    moto LIXO. uma porcaria, qualidade 0.

  2. Anônimo on 6 de abril de 2013 00:22

    Moto ruim, só da problema. Quer uma 600cc de verdade: Honda, Yamaha, Suzuki, Kawazaki. Essa ai é só dor de cabeça.

  3. Anônimo on 6 de abril de 2013 06:16

    Cara!Nao aconselho ninguem a comprar uma bomba dessa,meu vizinho comprou uma 650R dessa(e nova viu!),Chessus!!!Foi só problema ,na parte elétrica principalmente,saia fora desse "mói de ferro".

  4. Anônimo on 6 de abril de 2013 12:55

    Moto do Osama..Bomba!!!

  5. Anônimo on 6 de abril de 2013 16:06

    COMETi um erro. Comprei essa merda

  6. Anônimo on 6 de abril de 2013 19:37

    tenho esta moto , troquei as velas, escap e filtro de ar velocidade final 263km/h otima, so tem que saber fazer manutenção correta 30 mil km sem nenhum problema so alegria

  7. Anônimo on 3 de maio de 2013 18:37

    Já tive suzuki GSX 750f, um trator, mas deu problema em parte elétrica, agora estou com uma comet 250 (para fugir do assedio dos ladrões) e me parece uma moto muito robusta em mecânica e só tive problema com o regulador de voltagem (a minha ainda era a 2011) e troquei a peça e até agora só alegria, o problema é que o povo cria mitos, qualquer moto pode dar problema. Outro mito, moto honda tem peças baratas, isso só pra quem é freguês de peças roubadas, quando queimou meu retificador procurei numa concessionária honda por um da Falcon (que é compatível) e pra minha surpresa custava 3 vezes mais que o da Kasinski comprado na concessionária, ou seja, a manezada corre atrás de mitos, o que de certo fato é bom, torço pra que menos pessoas realmente comprem kasinski, assim os larápios dificilmente vão colocar o zoião na minha moto.

  8. Anônimo on 9 de maio de 2013 20:52

    Moto show de bola, quem comenta nunca é dono, é meu vizinho, é meu amigo nunca é o dono a moto é muito boa anda bem e as peças são baratas!!

  9. Anônimo on 6 de junho de 2013 15:12

    O problema de fóruns é que sempre tem um defendendo a marca e outro que nem conhece falando mal. Bom, fica aqui o meu depoimento: tenho uma Comet gt 250 2012. A moto é linda, nunca me deixou na mão, anda com certa facilidade até 155 km/h. Acima disso, depende da estrada e vento, pois o motor começa a apanhar. Apresentou um único problema até agora ( 01 ano e meio depois de retirada da CC ), que foi uma falha e pane no painel. Durou alguns minutos depois voltou ao normal e nunca mais aconteceu. A moto pega de primeira, tem engates precisos, não apaga em semáforos como dizem, tem um consumo inacreditável de até 30 km/l andando em asfalto sem forçar. Se você forçar, ainda segura em 26 ou 27 km/l. Só vou trocar esta moto por outra se decidir pegar uma 04 cilindros.

  10. tuka alves on 28 de dezembro de 2013 07:16

    Tenho 41 anos de motociclismo e tenho mirage 650 e aos 57 anos, fiz uma viagem de 500km, parando uma vez para abastecer, sem descer da moto, cheguei inteiro sem cansar, a moto esta com 30.000km e como zero, quem sabe o que e' motor roletado, motor infinito, moto e' perfeita. Falando em motor, acho similar da Ducati monster 695 e suzuki gladius 650. Sendo superiora a monster que nao tem refrigeração liquida tão importante ao nosso clima.

  11. Anônimo on 7 de janeiro de 2014 09:52

    Tenho uma comet GT650R EFI a mais de dois anos vou para o trabalho todos os dias de segunda a sábado meto pau quando to a fim e a moto não me deu ate agora nada de defeito só troca de óleo filtro e gasolina QUEM FALA MAL e que não olha o que fala pois onde sua moto chega te garanto que minha também chega só fazer uma boa manutenção preventiva.

  12. escrevendo on 8 de janeiro de 2014 11:30

    obrigado pelos comentarios, eu ainda tenho a opnião não importa a marca da moto , mas sim o cuidado que o dono tem com a mesmo, estou com uma suzuki yes 125. todos que eu perguntava me diziam que a moto não presta, ja faz 2 anos que estou com ela, sempre estou com ela em dia, e até agora não me deixou na mão pego a pista com ela o tempo todo, esta comet vai ser a minha proxima moto pelo jeito

  13. Unknown on 27 de janeiro de 2014 23:38

    De fato, só quem fala mal desta moto são os otários que não tem a moto (muitas vezes nem moto tem) e repetem o que ouviram dizer.
    O problema da Comet não é mecânico, mas sim o pós venda que em muitos lugares é uma lástima, assim como o da Kawa (tbm em alguns lugares) pois estão em fase de expansão no país.
    Honda, Yamaha e Suzuki já tem bases e mercados consolidados.
    Ainda bem que existe a Comet. Ela abriu a porta para motos para Kawa, BMW, Ducati, Triumph entrarem no Brasil. Temos um mercado em expansão e agora com mais opções.
    Quem quiser que compre a superesportiva, econômica, barata CB300 (grandes merdas de moto).

  14. Rodrigo Dom on 13 de abril de 2014 00:02

    Honda não da problema? Pois então veja Oq acontece com os cabeçotes das CBR's e XREs 300! Não chegam nem aos 10 mil Km e vão pro saco. Mas Honda pode, certo? Bobagem! Tudo preconceito de brasileiro. A maioria absoluta só da chute e vai na onda dos outros. Detalhe: tive umas 200 Hondas e não tenho Kasinski, mas luto para não ter estes pre-conceitos toscos da maioria.

  15. Anônimo on 9 de outubro de 2016 17:03

    esses bosta que fala mal da moto nunca tem, geralmente dizem meu vizinho tem, meu colega tem, ela tem problema apenas de retificador isso é fato agora de motor é um canhão

Leave a comment