“O dia começou sem o seu bom dia, logo, o dia não foi bom.
 Os minutos se passaram, a tarde se passou e só você que não passou por aqui.
Agora, já é tarde e a noite quase está virando madrugada e nada de você.
Tem alguma coisa de muito errado nisso.
 A gente está sem se falar a quase um dia inteiro.
Eu sei, pode parecer bobo e um pouco de exagero.
Mas deixe que as pessoas pensem o que elas quiserem pensar.
Pra mim, pra você, para gente, isso é tempo de mais.
Isso é uma eternidade.
 Confesso minha parcela de culpa nessa situação toda.
Posso ter contribuído na confecção desse nosso impasse.
Sei lá, vai que você também está esperando que eu passe por ai.
Nunca se sabe.
 Eu nunca sei o que se passa nessa sua cabeça.
Mas é que eu sou diferente, sabe?
É claro que você sabe.
Eu te procurei do meu jeito, a minha maneira, mesmo que não seja tão adequada e convencional assim.
Mas acredito que não sou o único desse clube.
Mas fique sabendo que te procurei em cada mensagem que recebi no decorrer do dia, e acredite, eu torcia para que fosse você.
Eu te procurei quando meu celular começou a tocar enquanto atravessava a rua, mas era apenas minha mãe perguntando se eu ia demorar.
 Eu te procurei logo que liguei o computador, pode ter certeza que eu passei em todas as suas redes sociais. Eu te procurei quando eu quase estava cedendo.
Te procurei também em todas as mensagem que te escrevi e apaguei.
Mas você não apareceu.
 E eu fiquei aqui. Imóvel, querendo saber de você.
 Procurando por notícias tuas.
 Do meu jeito, claro. Mas e você? Será que me procurou? Ou será que você pertence ao meu clube e ambos estamos nos procurando da maneira errada?”

These icons link to social bookmarking sites where readers can share and discover new web pages.
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google
  • Furl
  • Reddit
  • Spurl
  • StumbleUpon
  • Technorati

Leave a comment